Adrenalina – Nabrisa feat. Mano Bill letra

Letra Adrenalina – Nabrisa

Adrenalina letra
Eu to lutando pra me encontrar
Não vo gritar se tu não quis me ouvir
Escassa e fraca anda minha voz e
Nenhum de vós sabe o que eu sofri
E o que, cês vem falar ja não me importa
Dedo de falador não abre portas
E se, meu coração vendido ao amor invisível
Que quando ninguém me encherga ele me olha
Ele brota no meio da madrugada
Pra me dizer palavras, da minha vida amarga
Prevalesce pureza e humildade
Amor e família, em primeiro lugar
Fugir de si, de quem tu é, é mo viagem
Vaidade, então minha verdade te encomodará
Meu ego se acomodará, mas eu não posso me iludir
Pois sei que o topo é moda e ele passará
E o que não passará…
É o peso da cruz que eu carrego nas minhas costas
Sinto que o Karma é forte, a rua cobra com morte
Então conto com a fé pra nunca mais contar com a sorte

E a luz, não se apagará, então me fala vai
Tudo que eu preciso ouvir
Onde ecoa vida, mora ego e orgulho
Sou o som dentro do som por isso fiz vingar o bagulho
Brilha brisa, batida, brilha e dita o meu futuro
Tu não conhece o jardim e quer julgar todos meus frutos
No final de cada linha, adrenalina, ó Cristo vive!
Ó vida loca, e a vida é minha, porra

Eu acredito que tudo vai mudar
Então não fico triste se hoje o jogo não virar
Embora o tempo vai embora, sempre é hora de mudar
Não chore espera a fauna e flora, um novo dia vai chegar
Ainda é pelo povo de novo eles fala e nós vamo se unir
Já não é novidade com esse governo não da pra contar
Se a família ta bem, eu to bem, meus irmãos acreditam em mim
Não usei ninguém pra chegar onde eu to, então ninguém vai poder me tirar
Eu já senti dor hoje eu sinto um alívio incrível de poder falar o que eu penso
Difícil aprender quando o ego não cala, humildade te leva onde não pode ver
Quem salva o amor, de um jeito infalível, sensível acaba com o dia cinzento
O silêncio é um erro, quando a mente falha, palavra até mata sem o que dizer

Eu to lutando pra me encontrar
Não vou gritar se tu não quis me ouvir
Escassa e fraca anda minha voz e
Nenhum de vós sabe o que eu sofri

Dessa vez eu prometi que seria melhor
Minha mente um calabouço sempre dando um nó
Tive preso numa jaula, onde a alma não valia o que brilhava
Cada passo foi em falso, mas no falso não estava
Porque, eu tive essa escolha
Lamentos dessa vida reprimido numa folha de caderno
Meu amor eterno foi embora
Cada verso que eu crio mano minha caneta ainda chora
Pense cada um o que faria por você
Pense na pessoa que te fará sorrir
Pense na razão e esqueça o porque
Pense quem ta lá quando te verá cair
Quando você cai tu não vê nenhum dos seus
Quando cê não tem te pergunto sobre os meus
Quando vem problema todos dizem que são teus
Mas no fim das contas só te resta a mão de Deus
Então paz…

E eu naveguei por entre o céu é o inferno, assinando papéis e avenidas do extremo
Namorei com o caos vi o paraíso de perto
Enxerguei seus olhos enquanto ouvia sirenes
Sempre me despedia, voltava mais ou menos, mas sempre mais esperto…
Dos inverno quente em 0 grau, pros muleque de grau nas ruas do centro
Rodovia Genésio Mazon
Eu te explicava cê falava “Raillow não te entendo…”
Eu te olhava e meus amigos tentando salvar o mundo, to fodido mesmo assim eu to dentro!
Maconha era alívio
Mil milagres pra vim!
Se eu não gritasse era o medo em mim e só mais um por aqui morrendo em silêncio..
Exemplo é o NP sair do crime pra viver nos palcos
E o Gali me disse pra focar que virou trabalho e trabalhando seríamos livres!
E o Leal sempre falou pra não se deixar levar pelo cansaço!
E o paraíso nascia entre raios, e era feito só com coisas simples!
Ouvindo notícias tristes
Inverno, show, adrenalina
Jovens à frente do tempo
PrimeiraMente e Nabrisa
Pesadelo, Hitmachine
Brasil, América latina
Favela Vive!
Baby desculpa, mas, te vejo outro dia

E a luz, não se apagará, então me fala vai
Tudo que eu preciso ouvir
Onde ecoa vida, mora ego e orgulho
Sou o som dentro do som por isso fiz vingar o bagulho
Brilha brisa, batida, brilha e dita o meu futuro
Tu não conhece o jardim e quer julgar todos meus frutos
No final de cada linha, adrenalina, ó Cristo vive!
Ó vida loca, e a vida é minha, porra
Nabrisa letras
Video Nabrisa
Inevitavel letras

Adrenalina - Nabrisa
Adrenalina - Nabrisa